Elaborando (apenas parcialmente) o luto pelo Biscoito

Algumas pessoas têm usado a tag da compulsão, da dependência química, para falar da dolorosa (para os que ficam) hibernação do meu blog favorito. É uma metáfora apropriada, mas metáfora por metáfora prefiro a do luto, e é ela que vou usar. Felizmente, porém, hibernação não é morte, o que significa que não incorrerei no tão manjado comportamento de endeusar o morto quando dele nada se falou enquanto vivia. Endeusarei enquanto está vivo mesmo, graças a deus.

Antes, o necessário disclaimer. Admiro demais essas pessoas que conseguem separar o autor da óba. Quer dizer. Vou ser honesta porque não quero ironias neste post. Eu admiro os que conseguem, mas pessoalmente nunca conheci alguém que tenha conseguido. Que nem o pai que deu para a filha o nome da mãe (dele) e, quando comentei este fato, me disse na maior inocência: “ah, mas não foi por isso não, não tem nada a ver com a minha mãe. É que eu acho o nome muito bonito mesmo.” Ficou bastante claro que nem por um segundo passou pela cabeça daquele homem que, er, talvez ele considere o tal nome tão lindo porque sua mãe se chamava assim, cacildes. Este é só um exemplinho da minha desconfiança com pessoas muitíssimo “bem resolvidas” e que “sabem separar bem as coisas”. Então sejamos honestos desde já: sou confusa e desequilibrada, confundo alhos com bugalhos, para mim a vida e o mundo são uma bagunça onde tudo está sempre muito misturado, e não vou ser idiota de dizer que o singelo fato d’O Biscoito Fino e a Massa ser meu blog favorito não tem nenhuma relação com o fato mais singelo ainda de seu autor ser o maluco que sugeriu cá a esta maluca ir estudar literatura em New Orleans com ele, o que me proporcionou uma vida muito mais feliz e agradável.

Sigamos, então, com a metáfora inicialmente proposta. Decidi invocá-la nem tanto pela questão dos objetos internos que me é tão cara, mas por um aspecto marginal da teoria kleiniana que, desta vez, vivenciei muito claramente: trata-se da percepção de que todo processo de luto, incluindo os mais bem-sucedidos, envolve algum triunfo maníaco sobre o objeto. Aliás, a própria afirmação narcísica do Eu, que decide abdicar do objeto para continuar vivo, já constitui uma defesa maníaca. Tem-se aí uma diferença para com o pensamento freudiano, que considera a mania a contraparte exclusiva da melancolia. Para Klein, porém, alguma mania não só é esperada como inclusive faz-se necessária para que os que ficam sigam vivendo – mania muitíssimo bem representada, aliás, por um dito que meu bisavô sempre proferia ao ser informado da morte de quem quer que fosse: “Morreu? Antes ele do que eu!”.

Todo este entremeio teórico para confessar que, além da tristeza por não mais dispor de um biscoito piscante – sempre o primeiro a ser clicado – em meu Google Reader, tive também sentimentos pouco nobres, mas nem por isso menos importantes, condensados no enunciado: então quer dizer que de fato é impossível dar conta das coisas da vida e, além disso, ainda manter um blog imenso a mil por hora. Ou seja, o fim do meu blog favorito trouxe também um alívio – uma bem-vinda humanização de um ideal de eu que, se eu não cuidar, pode vir a ser bastante opressivo, numa aliança ferrenha com um superego sacana. Esse sentimento não é exatamente maníaco no sentido do triunfo sobre o objeto (como a fala do meu bisavô expressa tão bem), mas não deixa de ser socialmente pouco louvável: com que então você tem coragem de sentir – e, como se não bastasse, alardear! – qualquer coisa que não seja desalento frente a tão grande perda?

Por isso achei tão bonita esta Carta de Hibernação: porque ela teve a bondade e o desprendimento de facilitar essa suavização superegoica nas pessoas (afinal, duvido que eu tenha sido a única maluca a senti-lo). Ela diz claramente que limites existem, que escolhas são necessárias e que nem tudo é possível ao-mesmo-tempo-agora. E, fundamentalmente, ela diz que nada disso é ruim: pelo contrário, o abandono de certos empreendimentos muitas vezes é o melhor que se pode fazer.

Por mais esta lição, agradeço ao Idelber e me recuso a elaborar de vez o luto pelo Biscoito: confio nas palavras do autor de que, uma hora, ele volta. Haja serenidade para esperar.

33 Comentários on “Elaborando (apenas parcialmente) o luto pelo Biscoito”

  1. #1 Lu Botter
    on Aug 14th, 2009 at 9:14 am

    Oi Cami
    entendo o que vc está sentindo: um dos blogs que eu mais gostava de frequentar tbm entrou em regime de hibernação e recebe atualizações periódicas (mas pra mim insuficientes…). Mas fazer o quê, né?

    Acho que a internet acaba tomando tempo mesmo e pessoas que têm uma vida para além da internet (o que considero absolutamente “saudável”) nem sempre podem manter o mesmo ritmo de escrita e atualização de blog.

    Mas apesar dessa explicação racional, a perda é inegável e seu luto perfeitamente comprensível.
    Fique bem!
    Bjos!!

  2. #2 Lu Botter
    on Aug 14th, 2009 at 9:14 am

    Faltou um “e” no compreensível, sorry!!!

  3. #3 Bruno Pinheiro
    on Aug 14th, 2009 at 9:56 am

    Camila,

    Mandou muito bem, como sempre.

    Beijo

  4. #4 Yvy
    on Aug 14th, 2009 at 2:02 pm

    Camila me levaste ao Biscoito, que pena! Cheguei agora. Faço blog a pouco tempo uns sete meses. Vou esperar contigo o retorno do Biscoito,
    quem sabe o tempo dele será menor, do que ele julga.

    Bjs!

  5. #5 camilalpav
    on Aug 15th, 2009 at 7:23 am

    É o blog da Ana Elisa, né? Então, se for isso mesmo, você pode tentar pensar na desaceleração dela como um estímulo para a sua acelerada bloguística… Não? ;)

  6. #6 camilalpav
    on Aug 15th, 2009 at 7:26 am

    Bruno, seguinte: quando meu próximo analista começar a reclamar do tamanho e do peso do meu ego inflado, não vou hesitar nem por um segundo em te enviar a conta da sessão!

    Obrigada pelos elogios, mesmo. Narcisismo é coisa séria. ;)

  7. #7 camilalpav
    on Aug 15th, 2009 at 7:29 am

    Ah, mas então você está no lucro, em comparação com abiscoitados como eu e o Bruno: existe um mundo de arquivos para você descobrir! Eu já conheço quase tudo – até os posts de futebol e heavy-metal eu li :) Beijos e boa exploração!

  8. #8 daniel
    on Aug 15th, 2009 at 10:00 am

    Foi a primeira vez que xinguei o Idelber :-p

  9. #9 J’accuse | Agora com dazibao no meio
    on Aug 17th, 2009 at 8:27 am

    [...] de que gosto acusaram o golpe e escreveram posts sobre a parada do Idelber: a minha amiga Camila, o NPTO, o Bruno, e o Alexandre Nodari, entre tantos. Algumas dessas elogiosas palavras dirigidas [...]

  10. #10 André Egg
    on Aug 17th, 2009 at 10:31 pm

    Concordo com teu ponto de vista.

    Já tive muita raiva do Idelber, tentando entender como que ele conseguia conciliar um puta blog com uma carreira acadêmica.

    Quando ele joga a toalha me sinto menos inútil…

  11. #11 camilalpav
    on Aug 19th, 2009 at 7:31 pm

    Eu também, editor – e olha que ele já deu o livro mais insuportável da Clarice pros alunos lerem! :-D

  12. #12 camilalpav
    on Aug 19th, 2009 at 7:32 pm

    Eu também, editor – e olha que ele já deu o livro mais insuportável da Clarice na disciplina dele do ano passado! :-D

  13. #13 camilalpav
    on Aug 19th, 2009 at 7:39 pm

    Raiva eu não digo, mas reconheço que o blog dele por vezes fazia eu me sentir uma anta improdutiva – e isso não por culpa do blog, é óbvio, mas por conta dos meus próprios mecanismos psíquicos sem-noção. Um abraço!

  14. #14 tarot gay
    on Nov 15th, 2011 at 4:24 pm

    Zune and iPod: Most people compare the Zune to the Touch, but after seeing how slim and surprisingly small and light it is, I consider it to be a rather unique hybrid that combines qualities of both the Touch and the Nano. It’s very colorful and lovely OLED screen is slightly smaller than the touch screen, but the player itself feels quite a bit smaller and lighter. It weighs about 2/3 as much, and is noticeably smaller in width and height, while being just a hair thicker.

  15. #15 videncia
    on Nov 15th, 2011 at 4:24 pm

    Hands down, Apple’s app store wins by a mile. It’s a huge selection of all sorts of apps vs a rather sad selection of a handful for Zune. Microsoft has plans, especially in the realm of games, but I’m not sure I’d want to bet on the future if this aspect is important to you. The iPod is a much better choice in that case.

  16. #16 Angielski Krakow
    on Nov 15th, 2011 at 4:47 pm

    The best language school available for you today!

  17. #17 Jannie Stigsell
    on Nov 16th, 2011 at 4:03 am

    a useful put up thanks!

  18. #18 trabaja desde casa
    on Nov 16th, 2011 at 10:53 pm

    Zune and iPod: Most people compare the Zune to the Touch, but after seeing how slim and surprisingly small and light it is, I consider it to be a rather unique hybrid that combines qualities of both the Touch and the Nano. It’s very colorful and lovely OLED screen is slightly smaller than the touch screen, but the player itself feels quite a bit smaller and lighter. It weighs about 2/3 as much, and is noticeably smaller in width and height, while being just a hair thicker.

  19. #19 Rene Creegan
    on Nov 17th, 2011 at 12:49 pm

    I like what you guys are up too. Such intelligent work and reporting! Carry on the excellent works guys I¡¦ve incorporated you guys to my blogroll. I think it will improve the value of my web site :)

  20. #20 Zachariah Kincheloe
    on Nov 18th, 2011 at 1:12 pm

    Gaga tweeted a message not to mention a link to Japan Prayer Bracelets. She specially designed a bracelet, with practically all sales revenue going to Japanese relief attempts

  21. #21 ganar dinero
    on Nov 18th, 2011 at 7:41 pm

    Zune and iPod: Most people compare the Zune to the Touch, but after seeing how slim and surprisingly small and light it is, I consider it to be a rather unique hybrid that combines qualities of both the Touch and the Nano. It’s very colorful and lovely OLED screen is slightly smaller than the touch screen, but the player itself feels quite a bit smaller and lighter. It weighs about 2/3 as much, and is noticeably smaller in width and height, while being just a hair thicker.

  22. #22 office suites plus
    on Nov 19th, 2011 at 2:30 am

    I really like that. You touched my heart!

  23. #23 Teak Furniture
    on Nov 19th, 2011 at 4:31 pm

    Elaborando (apenas parcialmente) o luto pelo Biscoito – Recordar, Repetir e Elaborar You made some decent factors there. I appeared on the web for the problem and found most people will go along with together with your website. Regards, Teak Furniture

  24. #24 pasko sa pinas fan page
    on Nov 21st, 2011 at 2:59 am

    come join us and share Christmas with us! like us at facebook

  25. #25 web development company
    on Nov 21st, 2011 at 11:46 pm

    A formidable share, I just given this onto a colleague who was doing a bit of similar evaluation on this. He in reality bought me breakfast because I found it for him.. smile.

  26. #26 new mover lists
    on Nov 22nd, 2011 at 1:48 am

    I really like that. You touched my heart!

  27. #27 team building training
    on Nov 23rd, 2011 at 12:44 am

    That was clever. I’ll be stopping back.

  28. #28 attorneys for veterans
    on Nov 23rd, 2011 at 3:32 am

    Thanks for spending the time to discuss this, I feel strongly about it and love reading more on this topic.

  29. #29 Thailand hotels
    on Nov 25th, 2011 at 12:24 pm

    Greetings, Can I export your post snapshot and make use of it on my own web site?

  30. #30 london bus rental
    on Nov 25th, 2011 at 1:27 pm

    Hello – many thanks for updating your Elaborando (apenas parcialmente) o luto pelo Biscoito – Recordar, Repetir e Elaborar website. again and I’ve bookmarked it in order that I will be able to remember to pay a visit to your website online more regularly.

  31. #31 rough dry itchy skin
    on Nov 25th, 2011 at 2:36 pm

    How do i put music playing on my wordpress homepage?

  32. #32 forklift certification
    on Nov 25th, 2011 at 2:48 pm

    I’m not sure why but this blog is loading extremely slow for me. Is anyone else having this problem or is it a issue on my end? I’ll check back later and see if the problem still exists.

  33. #33 thai keyboard
    on Nov 25th, 2011 at 4:49 pm

    You’re actually a good webmaster. The site loading velocity is incredible. It kind of feels that you know what you are doing. In addition the content is masterwork. You are performed a wonderful task in this matter!

Deixe um comentário