Recordar, Repetir e Elaborar Rotating Header Image

O mundo, hoje

Camiseta do Snoopy, sim. Camiseta de melancia, não. Nuvens nenhumas, casaquinho deixado em casa. “Romper a consciência administrada constitui hoje mais do que nunca uma precondição da libertação.” A certeza de que a indústria cultural é realmente impeditiva da libertação quando, ao ler teoria crítica, sua primeira associação (mais do que nunca) é com um sujeito chamado Faustão. Iogurte caseiro congelado. Montanha-russa no ônibus. Anúncio de viado domador de cobras…, assim mesmo, com reticências sugestivas e suaves. A constatação de que o domador deve estar bem de vida, pois anuncia quatro telefones celulares e nisso eu chuto um barão por mês só de conta. Por outro lado, nenhuma inveja de quem tem de procurar quatro telefones celulares todo dia antes de sair de casa. Um restaurante aberto sobe nova direção, assim mesmo, que deve ser pro restaurante subir na vida. Gente que tem opiniões fortes sobre carros. Gente que tem (aham) opiniões fortes sobre ônibus. Assim se divide o mundo. Anúncio no metrô que fala de milhões de dólares pra lá, bilhões de dólares pra cá. Pelo visto todos os anúncios, hoje, combinaram de esfregar minha pobreza na cara, desde o domador de viados até o elenco de secsendessire. Uma casinha amarelinha. Um par de bochechas disfarçado de bebê que sorri para mim só depois de ouvir “é amiga da mamãe, filha!”. Sashimi de robalo e pavê de nozes. Suco de melancia com a quantidade certa de gengibre. Uma mãe que diz que esse bolo e o outro são iguais. Uma filha que diz “mas como é que você sabe?”. Eu, se sou essa mãe, desato a chorar e respondo que no fundo eu não sei de naaaada e a vida é uma ilusãããão, OK, voltaremos a pensar na questão maternidade ano que vem. Ou depois de amanhã. Notícia de comédia. Notícia de política. Seminário por preparar. Quantos anos mesmo eu tenho? Jobim (o Antonio, por favor), orai por nós.

4 Comentários on “O mundo, hoje”

  1. #1 Renata L
    on May 29th, 2012 at 10:01 pm

    E uma dúvida: você escreve na rua? Tipo andando?

  2. #2 camilalpav
    on May 29th, 2012 at 10:15 pm

    Putz. Pior que sim. Várias coisas escrevo andando, depois só digito.

  3. #3 Renata L
    on May 29th, 2012 at 10:32 pm

    Que inveja. :)

  4. #4 Deborah Leão
    on May 31st, 2012 at 6:20 pm

    Sorte a sua, que escreve andando e depois lembra pra colocar aqui. Eu escrevo coisas lindas na minha cabeça, mas depois esqueço. Tipo sonho.

    E “quantos anos mesmo eu tenho?” é uma pergunta fundamental.

Deixe um comentário