Posts under ‘elaborar’

Chaplin já dizia

Eu queria contar para vocês que sorrir é bom e faz bem, mas não queria que o texto remetesse àquela vibe “abrace seu eu interior, descubra a pessoinha mutcho loka que mora dentro de você e saia por aí sorrindo e abraçando e dando e comendo açúcar sem pensar no amanhã – e, se daqui […]

Caridade

A senhora e a senhorinha querem atravessar a rua. Elas não se conhecem e nem mesmo querem atravessar a mesma rua: estão ambas aqui, neste conjunto de frases, unidas apenas pelo traço de senhorice que compartilham. Elas estão na esquina de um cruzamento e é como se uma fosse atravessar a Ipiranga e a outra […]

Ainda em São Paulo

Hoje, quando você ouve em São Paulo a pergunta “Quantos foi?” e a resposta é um número entre 3 e 7, você sabe que três, quatro, cinco, seis ou sete não foi a quantidade de gols que o Corinthians marcou (no último jogo), de carinhas que a moça pegou (na balada), de pães de queijo […]

Em São Paulo

A mãe: – … além de longe é muita responsabilidade ter que abrir a firma, fechar a firma, mas foi o emprego que eu encontrei que paga mais, então vou ficando. A amiga: – E as meninas, estudam perto de onde você mora? A filha mais velha: – A-do-le-tá, lepeti, lepotá… A filha mais nova: […]

A fauna

Pelo que me disseram, o diálogo foi mais ou menos este: – Tudo certo pra amanhã? Oito horas na pizzaria? – Ih, amiga, tava pra te falar: amanhã caiu. Tenho um encontro com o meu Príncipe. – Hã? – É, um encontro. – Essa parte eu entendi. Mas o príncipe…? – Sim, o meu Príncipe […]

A louça por lavar

Outro dia eu conversava com uma amiga sobre as dificuldades de ter e de criar filhas adolescentes. Ela tem duas meninas, de 16 e 11 anos. Eu tenho a mim mesma, adolescente que tento educar todos os dias. Ela me contava que, em sua casa, a lavagem dos pratos é sempre uma grande aventura, uma […]

No Dia dos Mortos

Conversávamos amenidades na festinha, a garota e eu. – Eu tenho um labrador mas eu queria um cocker. – Dá pra ter dois cachorros na sua casa? – Claro que dá, cachorro sempre dá. – Então por que você não tem? Dois cachorros? – Cocker cheira mal, né. – É. *** – Cê joga videogame? […]

Gentileza

- Tá descendo ou tá subindo? – Descendo. – G1. A moça entra no elevador, deveras espaçosa. – Ei, você me empurrou – reclama outra moça, tão ciosa quanto a primeira de seu espaço. – Hã. A primeira moça continua a entrar no elevador, ainda espaçosa. – Ei, você me empurrou de novo! – Queria […]

Sorvete e Joguinhos

A melhor coisa que você pode fazer quando estiver se sentindo meio pobre é conversar com uma criança e dizer a ela o quanto você ganha. Porque não importa o quanto você ganha: sendo o valor superior a mil reais – e realmente não faz muita diferença você dizer que ganha um, dois ou cem […]

A vaca e o helicóptero

Quando no silêncio da noite você fica imaginando (não nós dois, que eu e você nem nos conhecemos) mas mortes de cabrita, que as bezerras você já matou todas, e fantasmas do passado, que os clichês continuam vivinhos, convém proceder em três etapas: 1) Concentre-se na lembrança de uma ou duas boas amigas, irmãs-caminhoneiras, companheiras […]